Uma eterna aprendiz como se intitula nossa aposentada: Laurinda Leão Ramos.

04/03/2013 às 12:50 | Publicado em Sem categoria | 10 Comentários
Tags: , ,

Laurinda[1].03.20062006

Com muito custo e após insistentes convites por parte dos responsáveis por este blog, conseguimos entrevistar nossa velha amiga Laurinda Leão Ramos, que esteve à frente de uma área importante do DAEE por vários anos, da década de 70 a 95 aproximadamente.

Laurinda foi responsável pela Seção de Pessoal numa época em que o DAEE contava com um quadro de 4000 servidores e num período em que a mulher não tinha tanto espaço profissional como hoje (espaço este conquistado com muito custo e ao longo de décadas).

Sempre lembrada positivamente por sua atuação, por ter atuado numa época difícil, constantes mudanças, regime militar, quadro com grande número de servidores, enfim um período não tão distante e dos quais muitos se recordam com alegria (outros nem tanto).

Admitida em 15/5/1968, então com 20 aninhos, começou como escriturária – atuando como assistente de administração, sob a Chefia da Doutora Maria Regina Vieira de Almeida e após alguns meses sob a chefia do Dr. Alexandre Bertoni, (que muitos anos depois  foi Diretor da SRH) tendo como Diretor Administrativo o Doutor Lino Guedes, ambos já falecidos.

Em agosto de 1974, foi designada para responder em comissão pela função de Encarregada do Setor de Estudos e Informações (admissão, demissão, salário-família, transferências, etc…).

Em agosto de 1977, foi designada para responder em comissão pela função de Chefe da Seção de Registros e Cadastros (Pessoal).

Em fevereiro de 1984, foi designada para responder em comissão pela função de Diretora de Serviço de Administração de Pessoal.

No período de 1970, tinha como Diretor da Divisão de Pessoal, o saudoso Sidney Camargo e como Diretor Administrativo o saudoso Senhor Noray de Paula e Silva, este último alias muito comentado pelos servidores mais antigos de casa.

Para Laurinda, o DAEE foi uma grande Escola de vida, no período em que trabalhou, teve Grandes e Sábios Mestres, alguns destemidos outros nem tanto, mas com certeza foram muito importantes na sua trajetória profissional, prefere não citar nomes para não cometer nenhuma injustiça. Cita que no tempo em que trabalhou  teve importantes mestres, independente de posição hierárquica ou cargos ocupados. Reafirma que “na vida sempre serei uma eterna aprendiz”.

Além de suas atividades profissionais se orgulha de ter participado em 1983, da Diretoria Executiva da ADAEE, por acreditar que poderia contribuir para que os servidores do DAEE tivessem uma Entidade forte, combativa e que defendesse os direitos, assim como os demais órgãos públicos. Infelizmente as coisas não andaram no mesmo pique e ideais da Laurinda, mas ela acredita ter feito sua parte.

Cita que tem orgulho de ter participado ativamente para Democracia em nosso País, no período da ditadura militar, o chamado “anos de chumbo”, chegou a ser presa política. Mas nunca se acovardou e sempre foi à luta, para um mundo melhor para todos e até hoje estou na ativa, à luta pela melhoria da qualidade de vida do cidadão é uma bandeira de todos aqueles que defendem a VIDA.

Retornando a sua função no DAEE informa que teve muita sorte nas lideranças dos cargos que ocupou, sempre procurou compartilhar com os seus subordinados, num total de 20, a nossa responsabilidade em desempenhar a contento nossas atribuições da área. Sempre os respeitei em primeiro lugar como Ser Humano e também fui respeitada, procurando ser coerente responsável e firme nas decisões, tratando-os sem distinção de cargos ou salários.

Uma das maiores dificuldades era tratar com sabedoria e competência as mudanças de Governo, pois todos que entravam acreditavam que os que saíram fizeram tudo errado e queriam consertar. E na área de Pessoal, da qual eu era responsável por várias atividades além de ter que cumprir a Lei Estatutária, a CLT, etc., a serem cumpridas na íntegra.

Em certa ocasião um servidor queria ser demitido sem justa causa, porque havia conseguido um emprego numa estatal, expliquei que isso não poderia ocorrer porque ele tinha assegurado pela Constituição, a estabilidade no emprego. Ele me respondeu que havia conversado na Superintendência e que a decisão estava tomada. Após minha recusa recebi um telefonema de um Assessor da Superintendência dizendo que eu deveria cumprir a ordem dada. Eu ainda assim disse não e afirmei que existem leis a serem cumpridas na íntegra. No final fui chamada para falar com o Superintendente e após minhas explicações, ele entendeu perfeitamente e até me agradeceu pela minha postura. Enfim um cargo que ontem e hoje que quem o ocupa precisa de muito conhecimento, experiência, argumentos e principalmente flexibilidade para poder lidar com estas constantes mudanças de gestores no governo e principalmente valer o que de fato é lei e direitos dos servidores.

Já no final de sua carreira, aposentou-se em julho de 1993, e continuou a trabalhar, dentro das normas da Legislação vigente.

Em 1995, um tecnocrata da Secretaria da Administração, sugeriu como forma de enxugar a “folha de pagamento”, o desligamento de todos os aposentados celetistas.  Foi uma forma desumana para com todos aqueles que ajudaram muito o desenvolvimento do DAEE. Foi um período muito tumultuado, muitas pessoas sofrendo por não terem se preparado para este momento, a Autarquia perdendo bons servidores, e enfim quem o determinou seguiu sua vida como se nada tivesse acontecido. Laurinda tinha então 47 anos, realmente muito nova para se aposentar, tinha muita lenha (e conhecimento) pra queimar.

Logo em seguida começaram a contratar alguns desses aposentados, e me convidaram a voltar  com um novo contrato, agradeci o convite porem não aceitei, por não compactuar com este tipo de atitude destes tecnocratas.

Mas passado estes percalços, Laurinda toca sua vida, ajuda a família sempre, é ativa, escreve muito no seu facebook, tem seus amigos virtuais e os reais, mantendo os contatos que lhe convém e acima de tudo afirma que sua vida é sempre linda e maravilhosa ao lado da minha família, em especial da sua querida netinha Malu, razão da sua vida. Tem sempre em mente que “NADA CONSEGUE DERROTAR AQUELE QUE DEUS, ESCOLHEU PARA VENCER.”.

Aproveita para finalizar e aproveitar essa data tão marcante que é 8 DE MARÇO, data marcada pela luta por melhores condições de vida para todas as mulheres, e render minha singela homenagem a uma grande amiga e companheira que sempre com muita elegância, cordialidade, valentia e muito amor pelo próximo construiu uma trajetória digna de uma grande mulher, GUIOMAR DA SIVA GOMES, falecida em outubro passado.

Dona Guiomar como é lembrada atuou na copa do DAEE, na época do Capitão Noray e é sempre lembrada por profissionais que aqui estão que comentam que ela os ajudava muito com suas palavras, exemplo e ainda fornecendo pequenos lanches, sucos para que eles pudessem ter animo pra enfrentar a escola no período noturno. Segundo Laurinda sem dúvida uma “Estrela de primeira grandeza”, que está iluminando o Firmamento.

Mas Laurinda ainda com eu jeito de encarar a vida e animação total,  finaliza: “VIVA A MULHER! VIVA 8 DE MARÇO”!

Parabéns pela sua trajetória no DAEE e que Deus abençoe esta nossa aposentada tão consciente de seus papel e direitos como mulher e profissional.

Anúncios

10 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Adorei esta homenagem à Laurinda… realmente, grande mulher, cidadã, mãe, enfim. Uma lutadora fiel pelos bons princípios, superativa, inteligente e sempre disposta a ajudar e a defender os necessitados. Profissional exemplar que deu muito de si ao DAEE, que realmente “vestiu a camisa”; muitos de seus conhecimentos, inclusive, foram, sim, compartilhados por muitos que ainda estão por aqui, como Eu, por exemplo. Sou fã incondicional dessa pessoa maravilhosa, que fala sempre o que pensa e que se emociona facilmente. Sinto-me lisonjeada por ter Deus me permitido estar sempre ao seu lado.

  2. Só tenho a agradecer por esta pessoa maravilhosa, que me ajudou muito, principalmente com meus filhos, me ensinou a ser a profissional que sou hoje, obrigada por ter feito parte da minha vida.

    • Os estágios são realizados somente atraves da FUNDAP.

    • desculpe a resposta errei ao encaminhar agradeço seu retorno a nossa máteria sobre a Laurinda.

  3. Aos Amigos responsáveis pelo Blog, meus sinceros agradecimentos pela lembrança, extensivos a
    Tânia e Ivone, que muito me ensinaram a deixar meu dia a dia, mais alegre e feliz. Nós mulheres, sempre seremos de eterna GRANDEZA… Parabéns a todas as mulheres, que deram sua VIDA, em busca de JUSTIÇA e para que os nossos direitos sejam respeitados com dignidade… FELIZ SEMPRE O NOSSO DIA A DIA,,,

  4. Fico feliz de ler as palavras da minha amiga Laurinda, e saber que está muito bem.Aproveitando madar um abraços a todas as meninas do Departamento e Agradecer a todas que tem nos ajudado por todo esse tempo. Muito Obrigado e Parabéns a todas.
    Abraços
    João Luiz- BPB
    Obs. já havia escrito mas não sei consegui enviar

    • Já esta enviado e respondido, obrigado pelo apoio em tudo e sempre. Abs.

      • João Luiz, na vida temos Amigo(com A) e simplesmente (amigos conhecidos), com certeza você e sua família sempre linda e querida, vão morar eternamente no meu coração, porque são (Amigos eternos).. Não foi somente você, que não conseguiu enviar…
        Muitos Beijos coração a toda sua família linda…, saudades!!!!…

  5. Laurinda, saudades, iniciei trabalhando com voce, inteligente, astuta, dedicada, correta, uma ótima profissional,possui uma dignidade inabalável, que a caracteriza como responsável e competente,aprendi muito com voce tudo com relação a Recursos Humanos, nesta época tinhamos que aprender na raça, não tinha computador, ensimento humano um passava para o outro e todos nos sabiamos o serviço do outro, porque voce assim nos ensinou, obrigada por tudo, eu também sou uma eterna aprendiz.

  6. Angelita, meu doce amor, a VIDA é isso aí…, temos o dever de compartilhar tudo de melhor que sabemos, para que todos aprendam a seja um profissional digno, em todos os sentidos… Você, recorda uma das vezes que você atendeu um Fiscal do Trabalho, que queria falar com a Responsável e fui atender… “O Fiscal do Trabalho”, disse não é com você que quero falar é com o Responsável de Pessoal, respondi para o mesmo…o que deseja está falando com, a Responsável, ele pediu desculpas e disse “Você é muito Jovem, para ocupar esse posto…” Grata pela atenção, você nasceu para ser “Guerreira” e vencedora SEMPRE”, Acompanhei suas lutas e tenho muito orgulho de VOCÊ, te amo e seja FELIZ SEMPRE…


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: