Aposentar, e não ter a vergonha de ser feliz, cantar e cantar e cantar…….. por Paulo de Paula.

10/10/2011 às 21:02 | Publicado em Sem categoria | 2 Comentários
Tags:

No IV Encontro dos Aposentados do DAEE realizado em agosto de 2011, reencontramos o servidor aposentado Paulo de Paula. Este se mostrou uma pessoa ativa na sua aposentadoria, pois participa de várias atividades junto a entidades da terceira idade, portanto  resolvemos  entrevistá-lo e até mesmo ouvir uma “palhinha” de sua voz ao qual apresentamos ao final desta matéria.

Paulo de Paula, hoje com 66 anos, iniciou sua vida no Estado em 1966 como peão, ou seja, segundo ele fazendo serviços braçais junto a SAEC – Superintendência de Água e Esgoto, hoje Sabesp.  Depois passou para artífice e auxiliar de engenheiro, realizando ligações de esgoto.   

Quando a SAEC foi extinta, os servidores EFP que não assinaram o contrato para ir para o Quadro Especial, poderiam ser transferidos para outros órgãos públicos. Ele optou por trabalhar próximo de casa, em Itaim Paulista na 22º Delegacia de São Miguel Paulista. Auxiliava o trabalho do escrivão, mas o trabalho não lhe agradava, “não era sua praia”, como disse.  Foi quando um colega Norival que trabalhava no DAEE junto com Sr. Valdir Pires, o convidou para vir atuar na Autarquia, viria comissionado.

Iniciou em 1975 seu trabalho no DAEE junto à área de licitação. Recorda-se da importância dos trabalhos, inclusive com a importação de material do Japão e dos EUA, devido às obras do DAEE. Neste item eles tinham até que trabalhar com o valor do dinheiro japonês. Quando não havia tempo de fechar, ele levava a planilha em branco e preenchia o preço do dólar dentro do local onde se fechava o valor do cambio, para não prejudicar o prazo das licitações.

O Diretor da época Dr. Takahashi muito competente e reconhecia o trabalho de todos os servidores. Trabalhou também com Cleuser e Celso Moreira Lemos, que era muito inteligente e que o ajudava bastante orientando sobre o trabalho.  Nesta área aprendeu bastante e foi promovido pelo Diretor takahashi.

Mais ou menos em 1989, foi transferido para o Parque Ecológico do Tietê, mas perto de casa, onde atuou junto ao refeitório, fazendo as compras dos alimentos, vendendo os vales, ajudando no transporte, organizando a parte administrativa. Atou sob a coordenação de Vitor Maniero e Astor Leonel Navas.

Aposentou-se em 1992, mas viu no Parque uma oportunidade de continuar com uma segunda carreira, portanto continuou trabalhando com comida, em uma lanchonete, suas parceiras a esposa e cunhada. Estava com 52 anos de idade e 40 anos de serviços prestados. Atuou ainda neste ramo por 14 anos, mas como o comércio é difícil, algumas vezes dá inclusive prejuízo, como em um show que teve no Parque Ecológico com o cantor Leonardo, e ele acreditando que haveria muito público comprou muita comida que acabou não vendendo. Após alguns dissabores, resolveu acabar com o negócio.

Já nesta época antes de aposentar, participava do CRI – Centro de Referencia do Idoso em São Miguel Paulista, onde cantava num coral. Havia aulas com uma fonodióloga, e as músicas eram sertanejas e/ou folclóricas. Ele sempre gostou de cantar.

Após se aposentar manteve este grupo e ampliou para outros como o grupo do MEIMEI (Centro Espirita) onde cantam músicas psicografadas.  

Perguntamos se a mulher também participa junto ao que ele diz que no grupo espirita sim, no CRI não, e que às vezes demonstra certo “ciúme”, pois lá significativamente há mais mulheres no coral do que homens, numa proporção de sessenta mulheres para quatro homens.

Participa também no CRI e no CEU da Vila Curuçá do vôlei adaptado para idosos. Um tipo de esporte preparado especialmente para os idosos onde eles pegam a bola com a mão e dão três toques antes de devolver a bola pro outro campo. Há campeonatos deste esporte promovidos pela Prefeitura e Estado anualmente.

Disse que como participa de uma atividade, uma leva a outra, e que os amigos vão convidando para outras atividades. Participa de reuniões de orações de REIKI (onde se utilizam as mãos para passar energia para as pessoas que necessitam), de um grupo de violeiros e cantores que viajam e cantam fora em festas e eventos quando convidados, do CRI, do CEU, e ainda no ano de 2010-2011 foi eleito o Mister Sorriso, um evento que elege o Idoso mais sorridente do Estado.

Pelo jeito o Sr. Paulo é um exemplo de aposentado que não parou a vida, depois que encerrou sua primeira carreira profissional. Pelo contrário encontrou novas razões e opções para se abastecer, aprender, envolver, e se realizar como pessoa.

Uma aposentadoria e segunda (ou seria terceira?) carreira com muita qualidade de vida com certeza. Parabéns e que sirva de exemplo pra todos nós.

Segue abaixo uma “demonstração” de cantoria do nosso aposentado e sua voz afinada.

Anúncios

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. satisfação e ver o Paulo de Paula, pois trabalhos juntos por muito tempo no PET,
    Foi um funcionário que quando aposentou fez falta.
    Um forte abraço
    Depetri

    • Obrigado Depetri, sempre mostrou esforço em nos ajudas
      Obrigado a Diretora Silvia por essa oportunidade!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: