De digitadora, a artista teatral, até a biliboteca do Parque Ecológico do Tietê:Marineusa M.de Castro Leite.

23/03/2011 às 14:12 | Publicado em Sem categoria | 1 Comentário
Tags: ,

Marineusa Moura de Castro Leite, com 52 anos de idade, atua no DAEE desde 1977.                                         

Formada em Letras, começou suas atividades na Autarquia, como temporária em uma empresa terceirizada, na área de informática. Atuou neste campo por quase 20 anos, digitando documentos. Lembra-se de a Eng. Icilia – atualmente aposentada, que lhe dizia que era ótima na digitação.

Menciona que os profissionais que contribuíram para seu sucesso profissional na época foram: Odair Sampaio, Aramis Guerra, Catarina, Alice Kauabe, sendo que permaneceram, segundo ela, dentro do seu coração.

Em 1997 – a convite de Vitor Cesar Maniero, viria fazer parte de um grupo de servidores, que o acompanharia em um projeto que seria a criação do Centro Cultural, Museu do Tietê, Biblioteca do Rio Tietê, Oficina Cultural. Foi quando descobriu que tinha talento para área cultural.

O Vitor escreveu e montou a peça “Lama de Luz e Magia”, totalmente voltada para a área de educação ambiental, focando especificamente o Rio Tietê. O “barato” da peça era de que os alunos interagiam com a peça, participava, brincavam e foi o maior sucesso. Nossa artista fazia o papel da Margarida e o Berbel, (outro servidor) era o Jeca.

Esta que “vos escreve” lembra bem da peça, pois também participou de uma das apresentações feita aos servidores. O tema ia sendo discutido com os participantes, e no final havia uma grande festa junina, com música, dança, quadrilha, onde todos deveriam trabalhar juntos para limpar o rio sujo e poluído por todos. A conscientização sobre a importancia de não ajudarmos a sujar o rio acontecia nesta brincadeira.  Uma bela forma de dar aula de educação ambiental e preservação da natureza.  Marineusa e Berbel sempre bem naturais, espontâneos nos seus papéis teatrais, brincavam e eram muito engraçados como atores.

Bons tempos, disse que gostava muito deste trabalho e fazia suas artes com muito profissionalismo (nem sabia que tinha esta veia artística). 

Após este trabalho começou a dar aulas de alfabetização de adultos por dois anos,  juntamente com o Berbel (José Luiz Berbel).

Sobre o trabalho atual, comenta:- Em 2000, a Diretora do Parque Priscila Telles me incumbiu de instalarmos a Biblioteca no Parque. Este trabalho contava com o apoio do Superintendente da época Dr. José Bernardo Ortiz.

A região no entorno do Parque Ecológico do Tietê era totalmente carente de informação e espaço de leitura. Portanto após muita luta e persistência no projeto, foi inaugurada a biblioteca do Parque com toda pompa: com a presença do Governador: Geraldo Alckmin, entre outras personalidades.  A Priscila Telles, sempre acreditou nos servidores e dava total apoio, liberdade para que esta pudesse visitar editoras, livrarias em busca de doações, entre outras tarefas.

Hoje estão com acervo de mais ou menos 4.000, o espaço físico esta sendo reorganizado, pois atualmente a biblioteca está dentro do Museu do Tietê e, ficará melhor ainda.  Atualmente trabalha juntamente com seu grande amigo e funcionário do PET, José Augusto que praticamente viu o Parque ser inaugurado. “Adoramos esse trabalho que é transmitir informações aos que vem em busca delas”.

Além disso, realizam o atendimento ao público em geral, atendendo alunos de escolas particulares, do estado, prefeituras e de universidades de várias regiões, somando, em média, 1500 pessoas ao mês. Isso dá suporte para conseguirem assinaturas de revistas, jornais, buscando cada vez mais a melhorar qualidade do atendimento ao público que vai até a biblioteca do Parque.

Reiterando a importância desta biblioteca: Espaço criado para a população que vem em busca de variados assuntos, ou mesmo para uma leitura com os familiares.

Quando perguntada se lembra de algum fato pitoresco de suas apresentações teatrais, lembra que: “Em uma determinada festa que fizemos sobre o meio ambiente, eu era uma boneca do teatro de fantoche, eu fazia perguntas aos alunos e eles respondiam. Quando sai para ajudá-los a fazer o girassol um aluno me agarrou e puxava minha camiseta fortemente dizendo que eu era uma boneca, eu dizia que eu não era, e assim foi. Faltou pouco pra rasgar a minha camiseta”.

Outra que lembra,  logo que entrou no DAEE, foi de que por causa do irmão Vandir (já falecido),  que também era funcionário, o Odair a apelidou de “Vandica”. Ela odiava o apelido (também por ser muito criança ainda) e fazia muitas caretas.

Finaliza resumindo:

“O DAEE é minha vida, minha historia. Eu devo todo meu sucesso profissional e pessoal a está Autarquia”.

Marineusa é casada com um funcionário público há 27 anos e mãe de Raquel de 23 anos e Rodolfo de 21 anos.

-Biblioteca

Informações sobre a Biblioteca do Parque Ecológico do Tietê:

A Biblioteca do Parque Ecológico do Tietê possui um amplo acervo bibliográfico com ênfase em assuntos ambientais; didáticos; romances; histórias do Parque Ecológico, do Rio Tietê e de São Paulo; não esquecendo também do suporte informativo fornecido aos visitantes, estudantes e professores.
Muito utilizado para pesquisas escolares, técnicas e por universitários das áreas de Biologia, Ambiental, Arquitetura e Urbanismo.

Atualmente conta com um acervo de 14.000 livros catalogados; dispõe de uma sala de mapas aerofotogramétrico da várzea do Tietê na Grande São Paulo, que mostra o área do parque antes de sua construção e todo projeto desenvolvido pelo Arquiteto Ruy Ohtake para a implantação do parque, tanto do Núcleo de Eng. Goulart quanto do Núcleo de Tamboré. Uma sala de Maquetes também está à disposição dos interessados.

O acervo da Biblioteca é composto por livros doados por usuários do parque, Editoras e Escolas da Região.

NOTA:
A Biblioteca ACEITA DOAÇÕES DE LIVROS.

Os livros doados, mas sem condições de utilização pela Biblioteca, são repassados ao “Instituto Recicle Milhões de Vida” do Hospital do Câncer – São Paulo/SP.

Maiores Informações – Tel.: 2958 1477

A Biblioteca fica localizada no “MUSEU DO TIETÊ” do Parque Ecológico do Tietê”

Aberto de Terça-feira a Domingo: das 09:00 às 12:00 e das 13:30 às 16:00 h.

Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Essa mulher é muito poderosa, sempre lutou pelo seus objetivos, admiro ela por ser uma grande mãe e uma grande profissional.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: