Culinária, Amor e Dedicação pelo Trabalho – Uma receita (com mocotó)de José Geraldo, ou Neneca se preferirem.

03/06/2010 às 21:46 | Publicado em Sem categoria | 4 Comentários
Tags: ,

Equipe Protocoo Geral DAEE

José Geraldo (Neneca)

Fui convidado a ser um dos co-editores do Blog de Memória do DAEE. Este tem a finalidade de resgatar a memória coletiva da Autarquia, ou seja, a memória não técnica e também as histórias de vida/trabalho das pessoas que construíram e se dedicam cotidianamente as atividades e missão do DAEE.  

Antes fui orientado por uma das pessoas que entrevista os servidores para compor as matérias do blog, sobre o respeito que ela e os funcionários têm por este servidor que iríamos conversar. “Confesso que fiquei preocupado em não corresponder a expectativa”.  

No seu local de trabalho: o Protocolo Geral do DAEE fomos atendidos super bem, por um senhor sereno e tranqüilidade, fala mansa (depois percebemos e confirmamos “ser um jeitinho mineiro”) e, devido a isto, pedi que começasse pelo nome:  

– José Geraldo! Não sabe quem é?  

Seu José Geraldo, vulgo Neneca como é mais conhecido, disse que esse apelido começou com uma brincadeira de um colega e acabou pegando. Inclusive na lista de telefones do DAEE, existem dois nomes para localizá-lo: José Geraldo e Neneca, para que não pairem dúvidas e se ache o “cara” certo.    

Mineiro, nasceu em 1945 em 14 de maio no signo de touro como gosta de lembrar, mas foi registrado em 14 de junho. Na juventude trabalhou na Camargo Correia como vigia e, conseqüentemente, foi transferido para a cozinha onde aprendeu a administrar um refeitório. Chegava a servir até 2.800 refeições por dia. Lembra que o fato de virar cozinheiro aconteceu por acaso, quando na obra machucou o pé, então teve que auxiliar na cozinha onde faltavam profissionais. Nisto o cozinheiro já percebeu certa facilidade com os apetrechos da área, gostando do seu trabalho. Entrou por acaso e acabou ficando.     

Foi admitido no DAEE em 16 de julho de 1973 e, com a sua experiência, foi trabalhar no refeitório de Osasco. Ainda lembra-se do primeiro chefe: Paulo Emilio Tito Pereira. Desse guarda boas recordações, pois além de trazê-lo para Autarquia, sempre respeitou, apoiou e valorizou seu trabalho.  

Em Osasco, a unidade trabalhava com obras, desassoreamento de rios, máquinas e equipamentos. Trabalhou como cozinheiro até 1988, para atender os servidores lotados naquela unidade, quando foi convidado a administrar o refeitório da Av. Brigadeiro Luis Antonio. Convite “meio que forçado”, pois estava bem em Osasco e, o desafio em São Paulo, era muito maior. De 100 refeições diárias, passou a ter 1600. Este foi um trabalho pioneiro, pois o DAEE/Capital até então não dispunha de refeitório para atendimento aos seus servidores. A implantação do refeitório na Avenida Brigadeiro Luis Antonio, foi importante na época e fruto da parceria ADAEE/DAEE, pois beneficiou grande parte dos servidores lotados na Capital.  

Na época além do trabalho neste refeitório, passou a administrar também, o refeitório da Vila dos Remédios e os das Colônias de Férias da ADAEE, adquirindo e orientando sobre as compras, cardápio, estoque de alimentos. A carga de trabalho e responsabilidade eram grandes.  

Nessa altura da entrevista perguntei, com todo cuidado, se era casado e tinha filhos. Informou que tinha casado com 40 anos e não teve filhos citando a seguinte frase:  

– Graças a Deus quem tem e graças a Deus quem não tem! Reforçou que Deus sabe o que faz.  

Continuando a explanação sobre sua vida profissional, informou que com o fechamento do refeitório, foi para a Superintendência/Chefia de Gabinete, onde auxiliava na área de Documentos, Ofícios, expedientes, protocolo, permanecendo por lá até 2003. Após isto foi transferido para o Protocolo Geral, onde iniciou como colaborador e depois ficou como responsável, unidade que está até hoje.  

A equipe que atua no Protocolo Geral do DAEE, cuidando de toda documentação que entra e expedida pela Autarquia, é composta de 05 pessoas sendo: 02 jovens cidadãos e os servidores Ítalo e David, colaboradores de Neneca nesta empreitada.  

Perguntado o que era mais fácil administrar, documentos ou pessoas?  

– Administrar pessoas sempre é difícil!  

Durante nosso contato, percebe-se claramente que Neneca, com todo respeito, é aquele funcionário que tem um amor imensurável pelo DAEE e, segundo disse, está embutido na sua razão de vida. Não considera correto as pessoas falarem mal do ambiente de trabalho, pois nossas conquistas (grandes ou pequenas) são frutos do nosso trabalho, e ao falar mal do ambiente de trabalho estamos falando mal de nós mesmos, afinal somos o DAEE.  

Nessa altura, explicamos a importância e a finalidade do blog do DAEE e o quanto é importante a área do Protocolo, sua finalidade, a inter-relação com as demais áreas, clientes externos, etc. e principalmente o papel dele e de outros funcionários iguais a ele que se doam para a empresa.  

Neneca então explicou que muitas vezes teve mesmo que ter criatividade ou mesmo tirar dinheiro do próprio bolso para que não parasse de funcionar o refeitório sob sua responsabilidade. Sempre pró-ativo várias vezes teve que fazer permuta, ou seja, a troca do arroz que vinha do Campo de Pesquisa de Pindamonhangaba por outros produtos necessários com comerciantes da região, de forma que o almoço das pessoas que dependiam dele, não faltasse. Percebe-se que acha isto natural, vai fazendo…..  

José Geraldo, Neneca é mesmo um cara que adora realizar seu trabalho, é dedicado, chega cedo, cumpridor de suas obrigações, passou recentemente por um problema de saúde, no qual já está se curando e mesmo neste período, não deixava de se preocupar com seu trabalho, vinha regularmente conciliando tratamento x trabalho. Uma pessoa realmente comprometida com seu trabalho e o DAEE.  

Descobrimos ao final, ainda que já realizou trabalhos comunitários numa comunidade em Osasco, utilizando seus dotes culinários como sempre. Lembra de um jantar mineiro muito apreciado pelas pessoas da comunidade e que fazia muito sucesso, além, obviamente da feijoada.    

Depois desta trajetória de vida passada na Autarquia, onde um cozinheiro, após passar por varias áreas aprendendo sempre, acaba se firmando numa área de protocolo, respondendo pela área e tarefas, percebe-se que a Autarquia, oferece oportunidade aqueles que mostram sua vontade de aprender e crescer como foi o caso dele.  

Esse é José Geraldo – apelido: Neneca, sendo que no final nos presenteou com esta receita de lentilha com mocotó (que diz ser bem forte e quente para os dias de inverno). Com seu jeitinho mineiro, não detalhou muito, mas segue o que pudemos compreender desta “iguaria”:  

CALDO DE MOCOTÓ COM LENTILHA  

INGREDIENTES (para 4 pessoas)  

– 400 gramas de lentilha  

– 1mocotó, cortado em rodelas e bem lavado e já escaldado  

– água suficiente para cozinhar o mocotó  

– 1 cebola grande picada  

– 2 dentes de alho amassado  

– ½ xícara (chá) de coentro  

– 2 colheres (sopa) de hortelã picada  

– 1 colher (sopa) de extrato de tomate  

– pimenta malagueta ou pimenta vermelha a gosto  

– 5 colheres (sopa) de azeite  

MODO DE PREPARO  

Deixe a lentilha de molho em água fria por duas horas o suficiente para cozinhar o mocotó na panela de pressão com água e todos os temperos. Deixe apurar o caldo e retire os ossos, junte a lentilha e deixe por mais ½ hora. Junte os demais temperos, o azeite e sirva com farinha e molho de pimenta.  

Obs: Se não der certo, fale com o “Seu Neneca”.  

Por: Edson Depetri .  

Anúncios

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Esse é o cara…. Desde quando assumi a responsabilidade do Protocolo Geral do DAEE, o Neneca juntamente com o David e nosso saudoso Cidão, me ajudaram a entender o “funcionamento” do Protocolo”. Um pouco temperamental e gênio dificil faz dele um excelente profissional, companheiro e amigo.

  2. olá, gostei muito da receita e gostaria de saber se posso publicar no meu site, colocando os devidos créditos é claro. Desde já agradeço!

    • Ficamos felizes com seu feedback, isto nos dá incentivo pra continuar com o blog da maneira como o temos feito até agora. Fique a vontade pra aproveitar a nossa iguaria e coloca-lo a disposição de mais leitores.
      Um abraço

      M.Silvia

    • fique a vontade, pra nós é um prazer e motivaçao o seu retorno.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: