I Torneio deFutebol Society, por Jorge Iamamoto

04/02/2010 às 19:10 | Publicado em Sem categoria | 2 Comentários
Tags:

 Ao término de nossa participação no IV Torneio de Futebol Society do DAEE, representando a equipe da BMT, não poderia deixar de registrar os fatos ocorridos por ocasião da realização do seu primeiro torneio.

O primeiro torneio foi realizado em 2006 e a equipe da BMT estava inscrita com seis jogadores.

Na sexta feira, havia dois ônibus saindo da Vila dos Remédios, então, sede da Divisão de Transportes do DAEE, para Peruíbe.

Levei a minha mulher a Diadema e lá, deixei-a com sua mãe que estava na casa de uma cunhada e de retorno marcado a Ceará, onde mora, no domingo. Depois, eu e minhas duas filhas fomos a Osasco tomar o ônibus que nos levaria a Peruíbe.

Ao chegar lá, estranhei a ausência dos companheiros da equipe, pois nenhum deles se encontrava na garagem do DAEE, aguardando a partida do ônibus.

Depois de uma espera de quase uma hora, na hora da partida, já estava nervoso porque ninguém da minha equipe viera.

Como sempre acontece nos coletivos de excursão, a alegria no seu interior era intensa, ampliada pelas inúmeras latinhas de cerveja, mas apesar de abstêmio, não era isso que me preocupava e sim a ausência dos companheiros.

Minhas filhas, talvez para que eu pudesse me sentir mais tranqüilo, falavam que o pessoal teria ido de carro e não tiveram oportunidade de me avisarem.

Dias antes, o Modaelli de Marília havia me prometido a cessão de 3 jogadores para completar a equipe e naquela época, ainda não havia obrigatoriedade de se apresentar com o time montado, nem compor a equipe com pelo menos três atletas maiores de 35 anos no ataque. Poderia, no decorrer dos jogos, pedir jogadores emprestados de outros times que fossem eliminados, pois o torneio era eliminatório.

Porém, a angústia minha aumentou mais ainda, quando ao chegar a Peruíbe, nenhum dos jogadores por mim inscritos se encontrava na nossa Colônia.

Pissaia e Modaelli me falavam que dariam um jeito para arrumar um time para mim. Numa expectativa enorme, com misto de frustração, ansiedade e porque não dizer, tristeza, fui presenciar o sorteio das equipes e o primeiro time sorteado foi da BMT que ficou no “chapéu” superior. Em seguida foi sorteada a equipe de Marília que ficou no “chapéu” inferior. Os sorteios continuaram e a BMT, sem um time já havia ganhado um jogo!!!!!!!!!!!

No dia seguinte, uma equipe da Cidade foi eliminada no 1.º jogo e Zeca e Armando vieram integrar o meu time. Também, o João Luiz de Taubaté, o Dutra de Ribeirão, além, do Milton, Fabio e Ricardo de Marília, além de outro de Rio Preto que não mais recordo o nome, vieram reforçar o “esquadrão” da BMT.

Na verdade foi à equipe da integração e quando distribuí os uniformes e o time pode entrar em campo, confesso: eu chorei, pois não acreditava que uma coisa dessas pudesse acontecer.

Chegar a um torneio em Peruíbe, sem time e de repente, entrar em campo para jogar, jogar bem, com raça, valentia, disciplina, toca emocionalmente, qualquer um, mais ainda o organizador do time.

A equipe da integração, composta de valorosos companheiros, foi ganhando um jogo atrás de outro e no domingo, decidimos o terceiro lugar contar BPP/Marília, perdemos, mas ficamos em 4.º lugar e trouxemos um troféu que está na entrada da minha sala no DAEE de Capivari.

Em anexo, as palavras de agradecimento que foram enviadas aos valorosos componentes da equipe da BMT/2006 e ao Mario pela sua colaboração, amizade e acima de tudo, companheirismo.

I TORNEIO DE INTEGRAÇÃO DE FUTEBOL SOCIETY

PERUÍBE, SETEMBRO DE 2006

Prezados Organizadores:

“Dizem que poucos conseguem alguma coisa, sozinho e acho que ficou demonstrado que é uma verdade.

Com a ajuda de todos, da organização do torneio e principalmente, de vocês, que mostraram um alto sentimento de solidariedade, compreensão e espírito esportivo,  conseguimos não somente participar das disputas, mas sermos alvos da atenção e simpatia geral e de uma equipe que estava fadada a, simplesmente, não comparecer, – o que na verdade aconteceu, pois a BMT não tinha um time – frustrando a expectativa de reunirmos as dez equipes previstas para o torneio, sermos considerados a verdadeira EQUIPE DA INTEGRAÇAO.” 

A idéia desta medalha que vocês estão recebendo nasceu de uma conversa que tive com  minha filha Sabrina, durante o nosso retorno de Peruíbe, quando ela manifestou preocupação, dizendo: “pai, o senhor foi ao torneio sem um time e está voltando com um troféu conquistado pelo pessoal. E eles não vão ganhar nada?”

Tenha certeza que nesta medalha e nas fotos, além do material em si, vai um pouco de nossos corações e fatos que ficaram sempre nas nossas lembranças.

Capivari, Outubro de 2009

Anúncios

2 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. CAROS COLEGAS E AMIGOS DO DAEE ME SENTI SENSIBILIZADO COM ESTA LEMBRANÇA DE JORGE YAMAMOTO, SOU O DUTRA DE RIBEIRÃO PRETO NESTE TORNEIO DE 2006 PARTICIPAMOS COM UMA EQUIPE QUE FOI FORMADA POR RIBEIRÃO E ARARAQUARA, PERDEMOS NO 1ºJOGO, POR ISTO PARTICIPEI DESTA EQUIPE DE CAPIVARI OU BMT, QUERO MANDAR UM ABRAÇO A TODOS O AMIGOS DESTA EQUIPE NÃO VOLTEI A PARTICIPAR DOS TORNEIOS SEGUINTES POR PROBLEMAS DE SAUDE, MAS AGORA EM 2010 ESPERO ESTAR COM A TURMA EM PERUIBE. QUE DEUS ABENÇOE A TODOS E FELIZ 2010, EM ESPECIAL A JORGE YAMAMOTO….

    • espero que esteja bem de saude, nos mande mais lembranças e materia para postarmos no blog. Bom restabelecimento.
      M.Silvia


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: