A Divisão de Transportes e Máquinas, os Grupos Geradores de Energia e o Logotipo do DAEE, por José Maria Venturelli

14/01/2010 às 11:37 | Publicado em Sem categoria | 4 Comentários
Tags:
Venturelli recebendo a Comenda de Honra do Mérito pelo trabalho dos Grupos Gerados do DAEE

 

 O Engenheiro eletricista Venturelli foi  admitido no DAEE, no Serviço do Vale do Ribeira – SVR em 08/01/1969 contratado inicialmente para atuar na construção da Barragem de Eldorado Paulista, no rio Ribeira de Iguape no Vale do Ribeira.  Com o anteprojeto bastante adiantado e varias atividades já realizadas, inclusive com o eixo da barragem definido e levantado, tudo indicava que era um projeto vitorioso, porém o governo, de então, tirou-lhe a prioridade e o assunto foi deixado para outra oportunidade.

 O SVR, na época, era dirigido pelo engenheiro Shaia Ackermann e tinha como atividade principal, entre outras, a conservação das estradas vicinais de toda região.

Para isto foi criada uma regional do SVR em Pariquera Açu, dirigida pelo engenheiro Roberto Haglund Camargo, uma equipe de técnicos para viabilizar esta tarefa composta por: engenheiro Venturelli, o sociólogo Moacir José da Costa Pinto e o geólogo Ivanir Borela Mariano. Como ferramenta, para execução deste trabalho, esta equipe  dispunha de três tratores Cat D4, três pás carregadeiras  CAT 933 e nove caminhões basculantes.

Ficava a cargo do Sociólogo Moacir o contato com as Prefeituras, a cargo do geólogo estudo do tipo do solo da estrada e identificação do tipo de cobertura para recuperação, caindo, a escolha,  quase sempre em cascalho, abundante na região. e do engenheiro Venturelli a operação e manutenção das máquinas.

 Esta equipe com o máximo de técnica possível, naquelas condições, e muito empenho, tratou de conservar as estradas vicinais, vitais para o  escoamento da produção de banana e chá, principais produtos da região.   O trabalho era muito bem recebido e visto por todos os mandatários dos municípios e em especial por aqueles que dele necessitavam, que sempre o elogiavam, trazendo uma  repercussão positiva  nos operários que o executavam no campo.

 Em complementação esta equipe sugeriu e o SVR adquiriu um equipamento de fabricação de tubos de concreto de 30 e 60 cm para aplicação na drenagem da estradas vicinais e mediante convênio  fornecimento às prefeituras a custo zero.

As solicitações das prefeituras do Vale eram numa quantidade tal que se chegou a estudar a possibilidade de adquirir um novo equipamento para dar vazão às solicitações.

 Por volta de 1970 foi criada a Sudelpa, Superintendência do Desenvolvimento do Litoral Paulista que assumiu as atribuições do Serviço do Vale do Ribeira – SVR

 Por esta época, Venturelli foi convidado por Péricles Amaral Botelho –  Diretor da Divisão de Transportes e Máquinas do DAEE, para atuar nesta Diretoria. A Divisão de Transportes e Máquinas ficava no Bom Retiro, Rua Rodolfo Miranda, sendo sua finalidade a manutenção da frota de veículos do DAEE, em torno de 150 veículos entre veículos de pequeno porte até caminhões e carretas e também o gerenciamento dos motoristas e mecânicos da Capital.

Cabia ainda a esta área, o apoio no transporte com carretas de máquinas do DAEE para o interior (tratores, dragas, etc.) e assim sendo a distribuição destas às unidades do interior, que atendiam as prefeituras.

Na sede da Divisão de Transportes, conhecida como “garagem”, havia também um refeitório que era subsidiado pelo DAEE, no qual os servidores pagavam uma pequena taxa para almoçarem no local. A comida era muito boa e feita por equipe do DAEE.

Era neste local também que aconteciam as festas de Natal do DAEE, o churrasco era feito pelos próprios servidores que eram voluntários nestas tarefas, se revezando para colaborar. Preocupados dois dias antes das datas oficiais das festas, animados começavam a organizar e arrumar o local.

Venturelli considera que estas festas foram bem especiais, pois era um momento de  descontração e congraçamento, entre superintendente, diretores das varias áreas e funcionários que se conheciam e se confraternizavam.

 Nesta época o DAEE o tinha atribuição de fornecer energia elétrica para o interior não contemplado com linha de transmissão o que era executado com fornecimento de Grupos Geradores – GG. Segundo site do DAEE:  “A expansão do uso de energia elétrica propiciou o surgimento de empresas estatais que absorveram outras companhias de pequeno porte, ficando o DAEE neste setor apenas com energia rural e supletiva em áreas do estado não atendidas pelas empresas”.

 Com a chegada da energia elétrica, via linhas de transmissão, os grupos geradores foram paulatinamente sendo desativados e recolhidos ao DAEE, à Divisão de Transportes e Máquinas e, os que ainda tinham condição, foram imediatamente reformados, tanto a parte mecânica como a elétrica, pela equipe da Divisão.   

Os GG reformados, foram sendo cedidos, via de convênios  a alguns hospitais que não dispunham de equipamento de emergência  até que providenciassem a aquisição de equipamento mais moderno.

 Através do Major Santana, oficial aposentado da aeronáutica, também servidor do DAEE, o Campo de Lançamento de Foguetes, Barreira do Inferno do Ministério da Aeronáutica – CLFBI tomou conhecimento da disponibilidade de GG no DAEE e o solicitou o fornecimento de dois GG de 162kva, que deveriam ser acionados para garantir energia com freqüência estável só nos procedimentos  para lançamento de foguetes.  Naquela época a CERN – Cia. Geradora de Energia do Rio Grande do Norte estava passando por ajustes e não garantia esta característica.    O procedimento para o lançamento  de foguetes se iniciava com contagem regressiva com grande antecedência  e neste período uma variação na freqüência da energia inviabilizaria o lançamento, neste período os GG eram acionados  Até que CLFBI adquirisse um equipamento moderno para suprir esta situação, geradores do DAEE participaram de vários lançamentos.  

Em agradecimento por esta participação o Ministério da Aeronáutica ofereceu ao DAEE, na pessoa do engenheiro Venturelli a Medalha Santos Dumont, a Comenda Mérito Aeronáutico, recebido em uma solenidade no  Campo de Marte com outros agraciados.

 O Território de Fernando de Noronha, então gerido pelo Ministério do Exercito tomou também conhecimento dos GG do DAEE e os solicitou para substituir/auxiliar o existente ali, com muito tempo de uso, de difícil e dispendiosa manutenção.    Um GG de 162 kva foi fornecido e a equipe do DAEE  o instalou e retornou ali para manutenção.

 Para um destacamento da Aeronáutica em Xingu também, na época, estava sendo estudado o fornecimento de um GG.  Este destacamento em plena floresta iria de alguma forma fazer com que a energia ali gerada tivesse alguma utilidade também  para  na área dos índios por este motivo o DAEE recebeu a Comenda Marechal Candido Mariano da Silva Rondon, recebido pelo engenheiro Venturelli no auditório do DAEE.

 Ficou muito honrado por ter  recebido, estas medalhas, em nome da Autarquia em solenidades acompanhado pela família e com a presença de colegas da Divisão de Transportes e em destaque pelo seu amigo diretor da Diretoria de Administração Noray de Paula e Silva.

 Venturelli aposentado desde 1996 continuou por mais cinco anos exercendo uma atividade remunerada numa empresa de informática industrial e só então  passou a se dedicar á família e em especial a freqüentar o clube assiduamente para cuidar do corpo e saúde.

 Participa com entusiasmo dos Encontros dos Aposentados do DAEE e entidades de classe, no último realizado em 2009 explicou aos participantes o que representa o logotipo do DAEE.

 Segue abaixo as explicações sobre o logotipo do DAEE:   

Criado em 1971, pelo programador visual Nabih Mitaini, a partir de um concurso, o símbolo do DAEE teria por objetivo de expressar, tanto quanto possível, os objetivos da Autarquia.

Assim, representou-se o aproveitamento múltiplo dos recursos hídricos, enfocando os aspectos de construção de barragens, canais, telefonia, navegação e energia elétrica. Definido o tema, Nabih partiu para o desenvolvimento do símbolo, procurando envolver aqueles aspectos em uma forma simétrica. Originalmente, a cor do símbolo DAEE é azul com letras em preto.

Acrescentou ainda:

  • O traço horizontal sobre a parte inferior também representa uma ponte. 
  • O símbolo da ADAEE representa também o rotor de uma turbina hidráulica tipo Kaplan e  o aproveitamento dos recursos hídricos para geração de energia.
Anúncios

4 Comentários »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. Fi quei imensamente feliz, ao descobrir e acessar este blog. Sou ex-servidor do DAEE, bem como meu pai, que foi um dos pioneiros, juntamente co Dr. Venturelli, na Divisão de Transportes. Meu pai, Sr. Onofre, erra carreteiro na época da implantação e construção da sede de Novo Horizonte, Birigui, trabalhou muito ao lado do Dr.Renato Della Togna. Era sediado em Taubaté, mas transportava maquinas para todo o Estado, atendendo aos pequenos municipios. Chegou a transportar barcos para Vitoria do Espirito Santo, a serviço do CTH.
    Bem, são tantas as nossas estorias, minhas e do meu pai, que qualquer hora a gente volta a conversar. Meu pai fala muito tambem em Dr. Salvatore. Mas, a gente ainda vai se falar muito. Um grande Abraço a todos.

    Luiz Carlos

    • ficamos felizes que tenha gostado do blog, dependemos de voces ex-servidores para podermos postar novas histórias de vida/trabalho.
      aguardamos seu contato e do seu pai (não temos nada ainda sobre carreteiros – seria interessante uma materia sobre estes profissionais).
      M.Silvia

  2. Excelente esta matéria!

    Também tive a oportunidade – por mim considerada um presente -, ter conhecido o Venturelli, ao qual desejo paz e saúde!!!

    Ancelmo Arantes Valente

  3. Meu tio fala muito do período que trabalhou como motorista de carreta puxando maquinas. Hoje ele está com 65 anos e ajuda na parte operacional da nossa empresa graças a sua experiência adquirida no período que trabalhou no DAEE.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: