Décadas de dedicação ao Serviço Público Estadual e ainda, “o DAEE aprendendo e fazendo chover”, por J.L.Grappeggia.

07/12/2009 às 17:45 | Publicado em Sem categoria | 1 Comentário
Tags:
Jorge Luiz Grappeggia
Jorge Luiz Grappeggia, atua como servidor Público Estadual desde 1950. Aos 15 anos foi admitido como office boy do Instituto Geográfico e Geólogico do Estado de São Paulo, na Diretoria de Serviços e Transporte, localizada na Estação da Luz.
Nesta época, consistia o seu serviço no período da manhã, efetuar a coleta de telegramas informando as medições de água das chuvas ocorridas nos Municípios do Estado. Esses telegramas vinham das Prefeituras e das estações, das Estradas de Ferro que possuíam o Pluviômetro e/ou Pluviografo. Os locais percorridos diariamente para a retirada dos telegramas eram da Cia Paulista, Cia Mogiana; Cia Sorocaba, das Estradas de Ferro; do Departamento de Correios e Telégrafos; da Estação da Luz, do Instituto Geográfico e Geológico (na Sede) e no Deic.
No período da tarde na seção de tipografia imprimia o Boletim Pluviométrico diário com as informações das chuvas de diversos locais do Estado, em seguida no mesmo dia fazia a entrega dos Boletins às Secretarias do Estado e em outros Órgãos que necessitavam dessas informações. Desde o inicio de sua carreira atuou com atividades especificamente ligadas as atribuições do DAEE.
Um fato marcante ao inicio de seus trabalhos é que teve como Superintendente do Instituto Geográfico e Geológico o General Dilermando de Assis, aqueles que desconhecem este personagem, ele teve papel marcante (e fatídico) na histórica do grande escritor Euclydes da Cunha.
Informou que o Dr. Lucas Nogueira Garcez, professor de Hidráulica na Escola de Engenharia da Politécnica, em 1934 idealizou a criação do Departamento de Águas e Energia Elétrica, DAEE, o que somente pôde realizar em 1951, quando era Governador do Estado de São Paulo.
Para quem desconhece, segundo Grappeggia a criação do DAEE, resultou pela fusão da Seção de Hidrologia do IGG (responsável pelos trabalhos e estudos relativos à Pluviometria (água das chuvas), Fluviometria (água dos rios) e a Comissão  de Energia Elétrica da Secretaria de Viação e Obras Públicas , daí a origem  do nome “Departamento de Águas e Energia Elétrica”.
O seu prontuário era nº 151, dos antigos servidores  da Hidrologia estão também em atividade  o Dr. De Chiara, atualmente na área de Licitações e o Dr. Salomão Szulman na DPO, área de Àguas Subterrâneas. Pelo número do seu prontuário se percebe os inúmeros anos de dedicação ao serviço público e ao DAEE obviamente.
A partir de 1954, como Ajudante de Serviços Técnicos, iniciou sua carreira como Hidrometrista a qual se prolongou  por várias décadas. Viajou por todo o Estado de São Paulo, instalando pluviômetros, pluviografos, fluviometros e fluvigrafos, efetuando medições de vazões líquidas e sólidas em rios de todas as Bacias Hidrográficas do Estado de São Paulo, em sua trajetória atuou na área técnica até 1980.
Dos costumes desta época, anos 50 a 70, lembra de uma viagem em especial, na qual viajou por 30 dias e na qual deveria ter voltado para pegar mais recursos financeiros para se bancar, pois só tinha o dinheiro da viagem de volta de trem.  Porém pelo seu perfil perfeccionista e preocupado com suas responsabilidades, queria aproveitar que estava próximo a um local onde estava um posto pluviométrico que nunca havia sido fiscalizado, resolveu continuar a viagem mesmo sem dinheiro. Sorte que foi muito bem recebido pelo dono da fazenda, que além de acolhê-lo e alimentá-lo, também o hospedou até que terminasse o serviço. Naquela época, anos 60/70 as pessoas ainda se davam ao luxo de acolher estranhos, no caso servidores públicos, pois estes eram reconhecidos pela relevância de seus serviços e mesmo as pessoas podiam confiar mais nas outras, uma mudança radical nos tempos atuais. 
Um fato marcante de sua carreira, ocorreu em fevereiro  de 1964, ocasião em que foi designado para aprender e executar a provocação de chuva artificial com o professor Janot Pacheco, francês  e criador do processo de chuva artificial, o que foi conseguido com êxito, atingindo com sucesso a elevação do nível da água da represa Billings. A chuva artificial provocada acusou 91,0 mm. Este resultado favorável ocorreu em 12/02/64, bombardeando com 100 Kg de Co2 granulado a – 80ºc, uma nuvem cúmulos nimbus a 5000 m de altitude, localizada entre Cumbica e a Lapa, as leituras dos índices pluviométricos ocorreram em 13/02/64.
Interessante ouvir esta parte da história deste servidor, pois quem diria: “o DAEE já fez até chover”. Acho que a maioria desconhece isto.   
Após 1980, formando-se em Administração e em Economia iniciou seus trabalhos na área administrativa em setores: de compras, licitação e de contratos.
Ocupou diversos cargos de Chefe de Seção e de Assessoria Técnica, desenvolvendo trabalhos nas áreas de reajustes de preços, correção monetária e de repactuação contratual.
Ainda sobre sua trajetória profissional relembra com satisfação de sua vida classista, na AFPESP como 1º Tesoureiro (1990-1992), na Comissão Consultiva do IAMSPE desde (1988), na ADAEE,  enquanto conselheiro fiscal e no Sindicato dos Funcionários Públicos onde atua desde 1988.
Em 1996, foi indicado para autuar com Diretor Técnico do Departamento de Auditoria. Do grupo antigo de servidores conta somente com a Célia e o Hilário, sua equipe é pequena conta com 8 (oito) servidores técnicos e 3 (três) administrativos. Todos segundo ele são ótimos servidores. A Auditoria que desempenham é preventiva e corretiva. Estão sempre atentos com as exigências do T.C.E, da Secretaria da Fazenda e atualizados com a Legislação Fiscal específica do Município  do Estado e da União.
 
     
Anúncios

1 Comentário »

RSS feed for comments on this post. TrackBack URI

  1. “Seu Grappeggia” como carisosamente o chamo, é uma pessoa extremamente educada; delicado com os colegas e muito eficiente em tudo o que faz e já fez por nossa Autarquia.

    Quem quiser ver um setor bem organizado e atuante, visite a àrea que ele dirige- SAU.

    Receba o meu carinho de sempre.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.
Entries e comentários feeds.

%d blogueiros gostam disto: